A cirurgia de catarata (Facectomia) consiste na remoção do cristalino opaco e substituição por um cristalino artificial novo e transparente, conhecido como lente intraocular.

Na cirurgia, uma pequena sonda ultra-sônica é inserida no olho através de uma micro-incisão de aproximadamente 2mm. A sonda fragmenta e emulsifica o cristalino opaco em pequenos pedaços e delicadamente os suga (aspira) para fora do olho. Por meio da mesma incisão, o cirurgião insere e posiciona dentro do olho a lente intraocular escolhida.

Benefícios de uma incisão pequena

Uma incisão pequena, pode fornecer muitas vantagens em relação às técnicas mais antigas, que utilizavam uma incisão maior.

As vantagens de uma incisão pequena incluem:

• cicatrização mais rápida
• recuperação visual mais acelerada
• menos trauma ao olho
• melhor visão
• retorno mais rápido às atividades normais
• maior controle do astigmatismo induzido

Quais são os tipos de lentes intraoculares que podem ser usadas na cirurgia de catarata?

A solução tradicional é o implante de uma lente intraocular monofocal que, como o nome já diz, permite somente um foco, que o paciente junto com o médico decidem se é melhor ser o de longe ou de perto. Geralmente opta-se por foco para longe e visão de perto, embora possa-se colocar em um olho o foco para longe e no outro para perto, a chamada monovisão.

Dentre as lentes monofocais, para quem apresenta astigmatismo, existe a opção da lente intraocular tórica.

E para quem deseja fortemente livrar-se do uso de óculos, existe a possibilidade de avaliar se você pode ser candidato ou não do implante de uma lente multifocal, que pode proporcionar boa visão sem óculos para perto, longe e distância intermediária, mas somente para casos selecionados. O seu médico oftalmologista é quem pode lhe oferecer aconselhamento adicional sobre as possibilidades disponíveis para você, com base em seus exames pré-operatórios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *