São as telas dos computadores (VDTs) prejudiciais aos olhos?

Não há uma evidência científica convincente que prove ser os VDTs prejudiciais aos olhos. Contudo, desde que queixas de desconforto e fadiga oculares têm se tornado mais comuns com o aumento de uso dos VDTs, preocupações quanto à segurança no uso desses equipamentos têm recebido maior atenção.

Extensivos testes em laboratórios governamentais observaram que VDTs emitem pouca ou nenhuma radiação prejudicial por ionização (tal qual a do raio X) ou radiação não ionizada (tal qual a ultravioleta) em condições normais de operação. De fato, a quantidade de radiação ultravioleta produzida pelos VDTs é uma pequena fração da produzida por uma iluminação fluorescente. Os níveis de radiação dos VDTs estão bem abaixo daqueles capazes de produzir uma catarata ou outro dano ocular qualquer, mesmo pela vida toda.

Algumas pessoas notarão temporariamente que alguns objetos brancos e pretos aparecerão com alguma cor após exposição nos VDTs por uma hora ou mais (conhecido por Efeito McCollough). Estas cores são normalmente complementares (opostas) à cor dos caracteres do VDT, e não são sinal de doença ocular, dano ao olho, ou esforço visual.

Podem os VDTs estar associados ao esforço visual?

Sim, estão associados. Você pode notar uma variedade de sintomas: irritação nos olhos (vermelhos, lacrimejantes ou secos), fadiga (cansaço, pálpebras pesadas e dor na parte frontal da cabeça) e dificuldade para focar. Dores de cabeça, nas costas, ou espasmos musculares também podem ocorrer. Estes podem ser amenizados mudando as condições de trabalho ou providenciando óculos apropriados para tal.

Embora causem grande incômodo, não quer dizer que continuar trabalhando em VDT irá danificar seus olhos.

Seu oftalmologista pode examiná-lo para descartar qualquer doença ocular e providenciar óculos apropriados caso você necessite.

Como podemos prevenir tais sintomas?

Nos locais de trabalho, a maioria dos usuários de VDT prefere que suas telas fiquem um pouco mais afastadas de onde normalmente lêem. O alto da tela de VDT é o local mais confortável ou um pouco abaixo do nível dos olhos.

O material referente deve estar perto da tela a fim de minimizar os movimentos da cabeça e dos olhos e as mudanças de foco.

A iluminação deve ser disposta de maneira que reflexos e luzes ofuscantes sejam mínimos. Algumas vezes, a iluminação padrão do local de trabalho é muito brilhante para o uso confortável do VDT. Caso não possa modificar isto, capas e filtros próprios para tal podem ajudar.

A tela de VDT é um grande coletor de pó e deve ser limpo com frequência com um paninho antiestático para melhorar a visibilidade.

Descansos periódicos são importantes. O uso do VDT exige uma postura sem mudanças tanto da cabeça, do corpo e dos olhos que pode ser cansativa.
Um frequente piscar dos olhos irá lubrificá-lo e prevenir que sequem.

Quais são as necessidades especiais de visão para usuários de VDT?

A tela de VDT deve ser mantida num foco apropriado. Caso a tela esteja posicionada mais distante e mais alta que a distância normal de leitura, óculos apropriados deverão ser necessários.

Isto cabe especialmente para aqueles que usam bifocais, trifocais ou óculos de leitura. Uma elevação da bifocal será necessário acrescentar para compensar a posição de altura do VDT. Esta demanda adicional de visão com o uso do VDT pode acarretar o uso de óculos para indivíduos que exerçam tal atividade.

Seu oftalmologista pode prescrever os óculos adequados para você.Você terá que descrever o tamanho de seu campo de trabalho para que o oftalmologista calcule que graus de lentes se adaptarão melhor em você.

Em resumo, um exame oftalmológico irá ajudar a diagnosticar se esse desconforto que você tem com o uso do computador é devido a um simples esforço ocular ou se existe uma doença ocular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *